A História da 25 de Março em São Paulo

Comercio de Flores Artificiais, Loja 25 de Marco, Loja de Flores Artificiais Sao Paulo -

A História da 25 de Março em São Paulo

Localizada bem no centro da cidade de São Paulo, a Rua 25 de Março fica próxima de diversos outros pontos de grande importância da cidade, como o Mercado Municipal, a Estação de metrô São Bento e a Praça da Sé.
Inegavelmente um dos principais centros comerciais da América Latina, a Rua 25 de Março ficou também conhecida como um importante centro turístico da capital paulista. Visitada por paulistanos e turistas de todo o Brasil, a Rua 25 de Março é palco de uma enorme variedade de comércios que agradam a todos os públicos e idades.
Cheiro de Saudade Flores Artificiais 25 de Marco Sao Paulo
Esta importante rua ganha seu nome em 1865, em homenagem à primeira Constituição Brasileira, outorgada por D. Pedro I em 25 de março de 1824. Entretanto, a Rua 25 de Março já tinha grande importância para o comércio da cidade visto que se encontrava na região central da cidade. Por se encontrar nas imediações do rio Tamanduateí, a Rua 25 de Março foi originalmente chamada de Rua das Sete Voltas (número de voltas do rio).
Lineu Francisco de Oliveira, no livro “Mascates e Sacoleiros” conta um pouquinho sobre como esta região passou por mudanças profundas ao longo do século 19.
“O rio Tamanduateí corria ao lado da via, abaixo do Mosteiro de São Bento, e tinha em seu percurso sete voltas. No final da sétima volta ficava o Porto Geral, onde eram desembarcados os produtos importados que vinham do porto de Santos.
O nome do Porto foi dado à conhecida Ladeira Porto Geral, uma das travessas da 25 de Março.
Em janeiro de 1850, os moradores do local enfrentaram uma enchente histórica, que destruiu dezenas de casas. No final do século XIX, o rio Tamanduateí foi drenado, e a região passou a se chamar rua de baixo, conhecida atualmente como o baixo de São Bento. Somente em novembro de 1865 o nome da rua foi alterado para 25 de Março.”
Cheiro de Saudade Flores Artificiais 25 de Marco Sao Paulo 2
VOCAÇÃO PARA O COMÉRCIO
Ainda quando a região era margeada pelo rio Tamanduateí e as mercadorias que chegavam pelo Porto de Santos eram levadas até São Paulo através dele, os primeiros comerciantes a se instalarem ali eram de origem síria e libanesa.
Registros históricos mostram que a primeira loja a ser aberta na Rua 25 de Março foi a Nami Jafet & Irmãos, em 1893, dando início a duas tradições - a de imigrantes libaneses se estabelecerem na 25 de Março e a de fornecerem mercadorias para que seus patrícios, recém-chegados a São Paulo, mascateassem em bairros e cidades mais distantes.
Não é de se espantar que cerca de 70% dos chamados turistas que frequentam a Rua 25 de Março estão, não verdade, em busca de produtos para revender em suas cidades de origem.
Já no final dos anos 1920, segundo dados da Prefeitura de São Paulo, a região da Rua 25 de Março já contava com cerca de 580 mil habitantes e mais de 500 lojas.
Por volta da década de 1930 a rua já era mais conhecida como a Rua dos Turcos, devido ao grande número de imigrantes de origem árabe que, a esta altura, já eram donos de mais da metade dos estabelecimentos comerciais de varejo e atacado na cidade de São Paulo.
Com a industrialização nacional em meados do século 19, produtos nacionais ganham força nos comércios da Rua 25 de Março e, já na década de 1970, começam a ser introduzidos produtos de origem importada, especialmente provenientes da China e do Paraguai.
Os produtos importados ganharam proeminência no comercio da região quando as indústrias locais foram em direção ao interior, o que aumentou o custo do produto nacional.

CURIOSIDADES SOBRE A RUA 25 DE MARÇO
  • Por estar localizada em uma região de várzea onde as enchentes eram comuns, os comerciantes vendiam tudo aquilo que não tinham perdido quando ocorriam enchentes a preços imbatíveis, o que levou os mascates a abastecerem seus estoques por lá nestes períodos.
  • Os primeiros produtos comercializados na Rua 25 de Março eram porcelanas japonesas e chinesas, cutelaria alemã, rendas suíças e francesas, casimira inglesa e outros produtos importados.
  • Atualmente mais de 3.500 estabelecimentos comerciais operam na região da Rua 25 de Março.
  • Cerca de 500 mil visitantes passam diariamente pela Rua 25 de Março e suas travessas, número que chega a dobrar em datas importantes como Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças!
  • Levantamento realizado com lojistas da região apontam que o período entre quarta-feira e sexta-feira é o de maior concentração de turistas.
  • A região é conhecida pela diversidade de tipos de comércio, mas seu ponto forte concentra-se hoje em artigos de decoração, festas, bijuterias, flores artificiais, e produtos importados em geral.

 

Cheiro de Saudade Flores Artificiais 25 de Marco Sao Paulo 3

COMÉRCIO DE FLORES ARTIFICIAIS

A região da Rua 25 de Março é a melhor área para a compra de flores permanentes do país e a Cheiro de Saudade é destaque!

Localizada a apenas 5 minutos do metrô São Bento, possuímos mais de 12 anos de experiência no mercado de flores e plantas artificiais e contamos com uma equipe capacitada e treinada para melhor atender aos nossos clientes que vão desde lojistas dos 26 estados do Brasil, paisagistas, decoradores e profissionais de design interiores, além de atendermos ao publico em geral.

Cheiro de Saudade flores Artificiais 25 de marco sao paulo

Além de flores flores permanentes (ou flores artificiais), nossa linha de produtos se estende também a plantas permanentes (ou plantas artificias), vasos decorativos, acessórios para jardim vertical, grama sintética (ou grama artificial), sementes e centenas de artigos para casa e decoração.

Somos uma loja moderna e oferecemos atendimento para atacado e varejo na nossa loja física, online  (via site, Facebook ou Instagram) e também por WhatsApp. Com preços competitivos e diversas formas de pagamento facilitadas, esperamos por você!